segunda-feira, 16 de maio de 2016

Dicas para Interpretação de Texto

INTERPRETAÇÃO DE TEXTO - DICAS

As questões de Língua Portuguesa são muito exploradas a partir dos textos. A dica mais importante é: VOLTAR SEMPRE A ELES, mesmo que a questão não mencione a linha ou parágrafo. Não esqueça de olhar atentamente a fonte do título do texto, o que costuma aparecer com letras menores no final dele. Por fim, ler o texto quantas vezes forem necessárias, cuidando, porém, o tempo para a realização da prova (que é curto).

Dicas:

Organização textual: observar as estratégias, os recursos, utilizados pelo autor para elaborar o seu texto (raio x do texto);

Ideias apresentadas pelo texto: SEMPRE voltar a ele para se certificar das afirmações trazidas pelas alternativas;

Ideia central: geralmente costuma ser apresentada na introdução e na conclusão. Porém, modernamente, nos textos da imprensa, aparece nos parágrafos de desenvolvimento e, muitas vezes, pode ser confirmada pelo próprio título do texto.

Inferência (concluir): aquilo que não está escrito no texto, mas pode-se concluir pela leitura atenta. É a mensagem. CUIDADO: Não se deve confundir inferência com extrapolação, ou seja, aquilo que não está escrito no texto nem se pode concluir.

Opinião do autor: no decorrer do texto, o autor costuma deixar marcas da própria opinião (especialmente quando se trata do gênero dissertativo).

Linguagem figurada (conotação) X linguagem real (denotação): é comum as questões pedirem a transposição da linguagem figurada para a linguagem real. Observar a SEMÂNTICA. Procurar manter a mesma linha de raciocínio apresentada pelo texto.

- DENOTAÇÃO
Palavra com significação restrita.
Palavra com o sentido comum, aquele encontrado no dicionário.
Palavra utilizada de modo objetivo.
Linguagem exata e precisa.

- CONOTAÇÃO
Palavra com significação ampla, criada pelo contexto.
Palavra com sentidos que carregam valores sociais, afetivos, ideológicos.
Palavra utilizada de modo criativo, artístico.
Linguagem expressiva, rica em sentidos.

Equivalência e transformação de estruturas (reescrita): cuidar as trocas de posições, ou seja, troca da ordem direta, especialmente deslocamento de Adjuntos Adverbiais.

Tipos de discurso: discurso direto (citação direta, uso de aspas, utilizado muitas vezes para inserir opinião de autoridade) e discurso indireto (paráfrase). Na transposição do discurso direto para o indireto e vice-versa, é fundamental cuidar, especialmente, a mudança nos tempos verbais.

Causa e consequência: basta aplicar o esquema EM RAZÃO de X, CONSEQUENTEMENTE Y. Ele funcionará em apenas uma alternativa.

União de períodos, mantendo a coesão, coerência e correção gramatical: é fundamental, mais do que observar a norma culta da língua, manter o sentido original trazido pelo texto.

Veja também:

- E-book Questões de Português FCC

Nenhum comentário:

Postar um comentário