domingo, 30 de julho de 2017

CISDESTE - MG abre Concurso Público com 499 vagas

A partir das 9h do dia 08 de agosto de 2017, até às 15h59 do dia 22 de setembro do mesmo ano, estarão abertas as inscrições para o Concurso Público do Consórcio Intermunicipal de Saúde para Gerenciamento da Rede de Urgência e Emergência da Macro Sudeste (CISDESTE).
Com um total de 499 vagas, sendo destas, 29 destinadas a pessoas com deficiência, a seleção será composta por Provas Objetivas, de Títulos e Prática, cujo resultado será válido por dois anos, passível de prorrogação. 
Por meio do endereço eletrônico www.ibgpconcursos.com.br as inscrições que têm custo que varia entre R$ 45,00 a R$ 150,00 podem ser realizadas.
As oportunidades estão distribuídas nas bases a seguir: Juiz de Fora; Carangola; Leopoldina; Lima Duarte; Muriaé; Santos Dumont; Ubá; Espera Feliz; Fervedouro; Andrelândia; Bicas; Bom Jardim de Minas; Goianá; Matias Barbosa; Rio Preto; São João Nepomuceno; Além Paraíba; Astolfo Dutra; Cataguases; Laranjal; Miraí; Patrocínio do Muriaé; Ervália; Rio Pomba; Senador Firmino e Visconde do Rio Branco.
Em escalas de 12 horas de trabalho por 36 de descanso, ou de 24, 40 ou 44 horas semanal, o órgão vai pagar aos contratados salários que podem variar entre R$ 970,00 a R$ 7.050,00 mensal, de acordo com a vaga desejada.
Os interessados podem realizar inscrição para os cargos listados abaixo:
Nível Médio: Auxiliar de Regulação Médica (26); Auxiliar Administrativo (4); Auxiliar em Farmácia (2); Condutor Socorrista (149); Mecânico (1); Motorista (2); Operador de Frota (14); Técnico de Enfermagem (119); Técnico em Segurança do Trabalho (1); e de Nível Superior: Analista Administrativo (2); Assistente Administrativo (12); Contador (1); Enfermeiro (57); Estatístico (1); Farmacêutico (1); Médico (82) e Psicólogo (1).
Nível Superior: Analista Administrativo (2); Assistente Administrativo (12); Contador (1); Enfermeiro (57); Estatístico (1); Farmacêutico (1); Médico (82) e Psicólogo (1).
Jornalista: Karina Felício

Fonte: PCI Concursos

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Edital concurso Defensoria Pública do Rio Grande do Sul

Edital Defensoria Pública RS

A banca Fundação Carlos Chagas será a organizadora do concurso para diversos cargos da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul.

As inscrições serão exclusivamente pela internet.

Segue abaixo valores, período de inscrições, cargos (ensino médio e superior) e remuneração:

Valor da Inscrição
- Ensino Médio completo - Valor da Inscrição: R$ 80,00 (oitenta reais)
- Ensino Superior completo - Valor da Inscrição: R$ 182,41 (cento e oitenta e dois reais e quarenta e um centavos)

Período
Requerimento de isenção do pagamento do valor de inscrição:
- De 10 horas do dia 17/07 às 23h59min horas do dia 21/07/2017, horário de Brasília.

Período de Inscrição para todos os candidatos, inclusive os que tiveram o pedido de isenção do pagamento do valor de inscrição deferidos e indeferido:

- De 10 horas do dia 17/07 às 14 horas do dia 11/08/2017, horário de Brasília.

Cargos
Ensino Médio Completo

- Técnico - Área Administrativa;
- Técnico - Área Apoio Especializado - Especialidade Edificação;
- Técnico - Área Informática;
- Técnico - Área Apoio Especializado - Especialidade Logística;
- Técnico - Área Apoio Especializado - Especialidade Segurança do Trabalho;
- Técnico - Área Apoio Especializado - Especialidade Segurança.

Ensino Superior Completo

- Analista - Área Processual;
- Analista - Área Contabilidade;
- Analista - Área Economia;
- Analista - Área Administração;
- Analista - Área Arquitetura;
- Analista - Área Engenharia Civil;
- Analista - Área Engenharia Elétrica;
- Analista - Área Saúde - Especialidade Farmácia;
- Analista - Área Saúde - Especialidade Assistente Social;
- Analista - Área Biblioteconomia;
- Analista - Área Arquivista;
- Analista - Área Comunicação Social;
- Analista - Área Saúde - Especialidade Psicologia;
- Analista - Área Tecnologia da Informação - Especialidade Infraestrutura e Administração de Redes;
- Analista - Área Tecnologia da Informação - Especialidade Banco de Dados;
- Analista - Área Tecnologia da Informação - Especialidade Desenvolvimento de Sistemas;
- Analista - Área Tecnologia da Informação - Especialidade Segurança da Informação.

Remuneração Inicial
Analistas todas as áreas/especialidades:
R$ 5.947,15 (cinco mil novecentos e quarenta e sete reais e quinze centavos)

Técnicos todas as áreas/especialidades:
R$ 3.243,90 (três mil duzentos e quarenta e três reais e noventa centavos)


domingo, 9 de julho de 2017

Concurso busca reverter queda de efetivo nas polícias gaúchas.

O anúncio do governador José Ivo Sartori de um novo concurso para a área da Segurança Pública foi recebido com otimismo pelas chefias da Polícia Civil e Brigada Militar. As 6,1 mil vagas serão divididas entre 4,1 mil para soldados e 200 oficiais da Brigada Militar; 450 vagas para soldado e 50 para oficiais do Corpo de Bombeiros; e, mais 1,2 mil vagas para agentes e 100 para delegados da Polícia Civil. De acordo com a SSP, os editais devem ser lançados em 30 dias.
Outros dois concursos já estão em andamento com 826 vagas, das quais 720 para Susepe e 106 para o Instituto Geral de Perícias. Até o final de 2017, 4 mil novos servidores terão ingressado na área.
“Com certeza é o maior concurso da área da segurança pública nos últimos 30 anos”, ressaltou. De acordo com José Ivo Sartori, a autorização para a abertura dos concursos com as 6,1 mil novas vagas “não significa que vai acontecer imediatamente, mas será ao longo do tempo, preparando o terreno para outros governantes”.
De acordo com ele, “a obrigação nossa é plantar a semente para o futuro”. O governador aproveitou para confirmar que serão chamados também 49 policiais militares e 75 bombeiros, todos suplentes restantes do último concurso público da BM.
José Ivo Sartori lembrou ainda que até o final deste ano outros cerca de 4 mil novos servidores terão ingressado na área da segurança pública. “Todos já sabem que já temos outros dois concursos em andamento: 826 vagas sendo 720 da Superintendência dos Serviços Penitenciários e 106 do Instituto-Geral de Perícias”, recordou". A segurança pública é sim uma prioridade”, enfatizou, citando que a pasta foi a única que recebeu aumento de custeio, estimando em torno de 19% no orçamento de 2017. “Conseguimos com muito esforço pagar os reajustes salariais, que representam 31% de reajuste na remuneração”, assinalou.
Já o secretário estadual da Segurança Pública, Cezar Schirmer, explicou que a reposição é necessária devido à carência de efetivo e à aposentadoria nas instituições da pasta. “Vamos repor de forma gradativa e automática”, prometeu, mas deixou claro que pretende agilizar a realização em si dos concursos na BM, PC e BMB. “Vamos tentar abreviar o máximo.
Minha expectativa é de que os editais sejam lançados em 30 dias e que os concursos estejam, em tese, concluídos em novembro, dezembro ou janeiro”, estimou, frisando que a validade dos mesmos é de até quatro anos. “Quem assumir o governo terá um banco de concursados para chamar imediatamente”, complementou. O secretário antecipou também que, em breve, será anunciado o início da ocupação da penitenciária em Canoas. Sobre a Força Nacional, com 200 policiais militares, ele disse que a tropa federal permanece por enquanto na cidade.
O Chefe de Polícia Civil, delegado Emerson Wendt, comemorou a abertura de 1,2 mil novas vagas para agentes e outras 100 para delegados. “Em um primeiro momento, estamos muito felizes com o anúncio”, afirmou. Apontando o problema das aposentadorias na corporação, Emerson Wendt entende que os novos servidores vão recompor o efetivo. Conforme ele, os critérios para a futura distribuição dos novos servidores não foram por enquanto discutidos. “Certamente vamos trabalhar com os locais de maiores índices de criminalidade e de carência de efetivo”, adiantou.
Já o Comandante-Geral da Brigada Militar, coronel Andreis Silvio Dal’Lago, declarou que o significado da abertura de 4,1 mil vagas para soldados e 200 para oficiais é “muito para a corporação pois os últimos concursos públicos da BM eram insuficientes para recompletar o número de policiais que saiu”. Segundo ele, a expectativa é de que inicie a real recuperação do efetivo da BM. Os novos brigadianos serão distribuídos nas regiões com maiores indicadores de criminalidade. “Vamos também para o Interior”, assegurou, acrescentando que a sensação de segurança será perceptível.
Com a entrada pelo menos de parte das 4,1 mil vagas para soldados, o coronel Andreis Silvio Dal’Lago garantiu que o novo contingente vai melhora a atuação da BM. Ele acrescentou que 1.060 novos policiais militares, que ingressaram no ano passado, estão se formando no dia 20 deste mês. Já outros 500 brigadianos são remanescentes do último concurso e devem se formar em fevereiro do próximo ano. “Até o final de 2018 teremos uma polícia ostensiva diferente”, previu.
Responsável pelo Comando de Bombeiros Militar, o coronel Adriano Krukoski Ferreira considerou importante que o futuro acréscimo de efetivo, com 450 vagas para soldado e 50 para oficiais, vai reverter a curva descendente de pessoal. “Vamos melhorar o trabalho de prevenção e não fechar quartéis”, afirmou, lembrando que o CBM já recebeu agora 272 novos bombeiros e virá outros 75 remanescentes.
“É um momento histórico para a Brigada. A Brigada, nas últimas décadas, vem encolhendo na sua capacidade operativa devido à defasagem humana”, afirmou o comandante da BM, Andreis Dal'Lago. “Com este anúncio, além da formatura de 1060 PMs neste mês, e os 500 que se formam em fevereiro, somando todo este potencial humano, começamos a reverter a lógica complementou. De acordo com ele, apenas neste ano cerca de 800 brigadianos se aposentaram.
Segundo ele, os 4,1 mil soldados projetados para a Brigada Militar não devem ingressar na corporação todos na mesma hora. Mas, caso o governo acene desta forma, a BM garante que há a possibilidade de treinamento para todos ao mesmo temo. Dal'Lago salientou que são sete meses de preparação. Quanto aos 200 oficiais previstos no concurso, o coronel disse que seria bom se entrassem de 80 a 100 por vez.
Polícia Civil
A Polícia Civil gaúcha atualmente conta com efetivo de quase 5,2 mil agentes – cerca de 50% do previsto na legislação. “A ideia é justamente não só recompor o efetivo, mas também realocar policiais onde faltam”, afirmou o delegado Emerson Wendt, chefe da Polícia Civil. Conforme ele, a PC costuma registrar menos de 500 aposentadorias por ano.
Com os futuros agentes, além de recomposição, a polícia deverá ganhar efetivo, que será alocado nas delegacias já existentes e de determinadas áreas: “Certamente vamos trabalhar nos locais dos maiores índices de criminalidade e carência de efetivo”, afirmou.
Fonte: Correio do Povo

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Concurso Público do TJ - RS para Técnicos e Analistas Judiciários é anunciado.

A partir do dia 3 de julho de 2017, estarão abertas as inscrições do Concurso Público do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (TJ - RS).
O objetivo do certame será formação de cadastro reserva de cargos de nível médio e superior para Técnico Judiciário e Analista Judiciário das áreas Judiciária e Administrativa, durante o período de validade do certame.
As inscrições podem ser realizadas pelo site da Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - FAURGS, até o dia 24 de julho de 2017, mediante o pagamento das taxas de participação nos valores de R$ 80,00 ou R$ 183,00.
Como forma de classificação serão realizadas Provas Objetivas, que têm previsão de serem aplicadas no dia 26 de agosto de 2017 para Analista Judiciário, enquanto para os inscritos ao cargo de Técnico Judiciário serão avaliados no dia 27 de agosto de 2017.
A realização das Provas Objetivas será nas cidades de Alegrete, Caxias do Sul, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Pelotas, Santa Maria, Santo Ângelo, Porto Alegre e, se necessário, Região Metropolitana.
Os valores das remunerações variam de R$ 3.860,28 a R$ 7.352,93, no qual os novos profissionais vão desempenhar atividades em jornadas de trabalho de 40 horas semanais.
Este Concurso Público tem validade de dois anos, contados da data de homologação do resultado final, podendo a critério da Administração ser prorrogado por igual período.
Jornalista: André Fortunato
Fonte: PCI Concursos

TJ - MG anuncia Concurso Público com salários que ultrapassam R$ 3 mil

O Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJ - MG), anuncia o edital do Concurso Público para provimento de vagas e formação de cadastro reserva, no quadro de pessoal da Justiça de Primeira Instância - Justiça Comum e Juizados Especiais.
As vagas são para cargos de nível médio, nas funções de Oficial de Apoio Judicial (10) e Oficial Judiciário na especialidade - Comissário da Infância e da Juventude (5), ambos Classe D.
Dentro do total de funções, há vagas exclusivas para candidatos que se enquadrem nos itens especificados no edital.
Os novos profissionais atuarão em jornadas de oito horas diárias, totalizando 40h semanais, os salários oferecidos para as funções é de R$ 3.457,01.
Para realizar as inscrições os interessados devem acessar o site www.consulplan.net, a partir das 14h do dia 19 de junho de 2017 até às 17h do dia 28 de julho de 2017.
A efetivação da participação será após a confirmação do pagamento do boleto referente a taxa de participação no valor de R$ 60,00.
Todos os inscritos no certame, serão classificados mediante aplicação de Prova Objetiva, que tem previsão para ser realizada no dia 24 de setembro de 2017, e terá temas como Língua Portuguesa, Noções de Informática, Noções de Direito e Atos de Ofício.
Haverá também Prova Prática de Digitação para o cargo de Oficial de Apoio Judicial, de caráter eliminatório, para 3.500 candidatos habilitados na Prova Objetiva. 
Este Concurso Público terá validade de dois anos, contados da data de publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período, a critério do TJ - MG. Em nosso site você obtém mais informações acessando o edital de abertura completo.
Jornalista: André Fortunato
Fonte: PCI Concursos