segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Polícia Militar do Maranhão abre 1.214 vagas na Corporação

Chances são para os cargos de Soldado e 1º Tenente. Inscrições serão abertas em 16 de outubro
     A Secretaria de Estado da Gestão e Previdência do Maranhão lançou novo concurso para provimento de vagas e formação de cadastro de reserva para os cargos de 1º Tenente do Quadro de Oficiais de Saúde e Soldado do Quadro de Praça da Polícia Militar do Estado. No total, foram abertas 1.214 oportunidades.
REQUISITOS 
    O cargo de 1º Tenente oferece 43 oportunidades para graduados em Odontologia, Medicina, Medicina Veterinária e Psicologia. Os candidatos devem apresentar diploma de conclusão do curso de nível superior, bem como o registro no órgão de classe correspondente. A remuneração é de R$ 6.913,74, com dedicação integral.
    Já para Soldado da Polícia Militar, o candidato deve apresentar certificado de conclusão do nível médio ou curso técnico equivalente, além de habilitação para direção de veículo de, no mínimo, categoria “A” ou “B”. No total, são 1.171 vagas abertas para Soldado, que possui remuneração de R$ 4.019,62, com dedicação integral.
    Os interessados em concorrer às vagas poderão realizar a inscrição entre 16 de outubro e 16 de novembro, na página oficial do concurso, em www.cespe.unb.br/concursos/pm_ma_17. A taxa é de R$ 150,00 para nível superior e R$ 100,00 para nível médio.
ETAPAS 
    A seleção será realizada por meio de cinco fases, além do Curso de Formação: inicialmente, os candidatos serão avaliados por meio de provas objetivas, previstas para ocorrer em 21 de janeiro de 2018. As próximas fases serão de exames médicos e odontológicos, teste de aptidão física, exame psicotécnico e investigação social.

SERVIÇO

Concurso: Polícia Militar do Maranhão (PM/MA)
Cargos: 1º Tenente do Quadro de Oficiais de Saúde e Soldado do Quadro de Praça
Vagas: 1.214
Remunerações: R$ 6.913,74 para 1º Tenente e R$ 4.019,62 para Soldado
Inscrições: entre 16 de outubro e 16 de novembro
Taxas: R$ 150,00 para 1º Tenente e R$ 100,00 para Soldado
Provas objetivas: 21 de janeiro de 2018

Fonte: Cespe

Edital Concurso PM-SP com 2.200 vagas foi divulgado.

PM - SP: Edital do Concurso Público com 2.200 vagas foi divulgado
A Polícia Militar do Estado de São Paulo (PM - SP) anuncia Concurso Público com o objetivo de preencher 2.200 vagas no cargo de Soldado PM de 2ª Classe do Quadro de Praças de Polícia Militar (QPPM).
Podem se inscrever candidatos do sexo masculino e feminino que tenham concluído o ensino nível médio, idade mínima de 17 anos, e máxima de 30 anos; tenham estatura mínima, descalço e descoberto, de: 1,55m, se mulher; e 1,60m se homem; dentre outros requisitos.
As inscrições deverão ser realizadas somente pela Internet, no site www.vunesp.com.br, no período das 10h de 04 de outubro de 2017 às 23h59 de 06 de novembro de 2017. É necessário efetuar o pagamento da taxa no valor de R$ 50,00 por meio de boleto bancário.
O candidato que estiver matriculado no ensino médio, curso pré-vestibular ou curso superior, em nível de graduação ou pós-graduação, ou recebe remuneração mensal inferior a dois salários mínimos, ou esteja desempregado, pode solicitar a redução do valor da taxa de inscrição. Os pedidos são recebidos no período das 10h de 04 de outubro de 2017 às 23h59 de 05 de outubro de 2017, no site da empresa organizadora.
Este Concurso é composto de Exames de Conhecimentos, que serão divididos em: Prova Objetiva, Prova Dissertativa, Exames de Aptidão Física, Exames de Saúde, Exames Psicológicos, Avaliação da Conduta Social, da Reputação e Idoneidade, e Análise de Documentos. A previsão é que as primeiras avaliações ocorram em 03 de dezembro de 2017, nas cidades de Araçatuba; Bauru; Campinas; Piracicaba; Presidente Prudente; Ribeirão Preto; Santos; São José do Rio Preto; São José dos Campos; São Paulo; e Sorocaba.
Vale ressaltar que a Prova Objetiva será composta por 50 questões de múltipla escolha com cinco alternativas cada uma, sendo apenas uma correta. As questões vão abordar temas de Portuguesa e Interpretação de Texto; Matemática; Conhecimentos Gerais; Noções Básicas de Informática e Noções de Administração Pública. Já a Prova Dissertativa será composta de uma Redação.
Com validade de dois anos, a contar da data da homologação este certame pode ser prorrogado critério da Administração, por igual período.
Os profissionais aprovados devem passar pelo Estágio Probatório de três anos, para adquirir a estabilidade no cargo. A remuneração básica inicial é de R$ 3.034,05, sendo que as parcelas que a compõem são: padrão no valor de R$ 1.178,88, Regime Especial de Trabalho Policial (RETP), no valor de R$ 1.178,88 e insalubridade no valor de R$ 676,29.
Jornalista: Karina Felício
Fonte PCI Concursos

domingo, 15 de outubro de 2017

Concurso Polícia Civil-RS 2017/2018: Com comissão formada, banca sai nos próximos dias

Vem aí um novo concurso para a Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul. Em cerimônia realizada no dia 04 de julho, o governador do estado, José Ivo Sartori, anunciou que novos servidores ingressarão na Academia de Polícia Civil (Acadepol) até o fim do ano. O novo concurso terá 1.200 vagas para Agente de Polícia Civil e 100 vagas para Delegado para o quadro da Polícia Gaúcha (concurso PC-RS 2017).
No dia, 10 de agosto, foram publicados no Diário Oficial do Estado os nomes dos servidores que integrarão as comissões que coordenarão os trâmites para ingresso nas carreiras de Inspetor de Polícia, Escrivão de Polícia e Delegado. Essa comissão escolhe agora a banca que fará o certame. O edital ainda não tem data oficial anunciada.
Sartori enfatizou que o trabalho em segurança "deve ser permanente, prioritário e integrado. O crime não dá trégua. Nem sociedade, nem os governos podem descansar", e reafirmou que o governo tem trabalhado para qualificar a segurança de acordo com a realidade do Estado. "Chamamos concursados, temos em andamento concursos para a Susepe e o IGP. Recentemente, houve a entrega de armas para as forças de segurança, pelo governo, e uma doação de uma empresa. O orçamento para a segurança foi o único que teve aumento", disse.
Na oportunidade, o secretário Cezar Schirmer lembrou o esforço que o governo está fazendo para recuperar o número do efetivo da Polícia Civil. "Mesmo que nós quiséssemos chamar mais concursados, não poderíamos. Todo o banco de concursados, de todas as instituições da segurança pública, já foram chamados. Hoje estamos anunciando o maior concurso para a Segurança Pública já feito no Rio Grande do Sul", anunciou Schirmer.
A carreira de Agente da Polícia Civil envolve as especialidades/áreas de Escrivão de Polícia, como também Inspetor de Polícia e tem exigência de nível superior. A remuneração inicial da carreira é de R$ 4.587,13 chegando a R$ 13.385,53 no último padrão de vencimentos. Já para Delegados, carreira que exige formação superior em Direito, os proventos iniciais são de R$ 17.658,41, podendo chegar a R$ 25.127,40 no fim da carreira.

Escrivão de Polícia
A função exige nível superior em qualquer área, reconhecido pelo Ministério da Educação, até a data da matrícula no Curso de Formação Profissional, possuir Carteira Nacional de Habilitação na categoria "B", ter idade mínima de 18 anos e ter conduta moral, ética, social e profissional compatível com a função policial. O salário do cargo é de R$ 4.587,13.
O Escrivão atua na escrituração ou orientação a escrituração dos livros cartorários de delegacias; bem como, lavrar e expedir certidões, autos de prisão, de apreensão, de restituição, de depósito, de acareação e de reconhecimento, dentre outros.

Inspetor de Polícia
Os requisitos para concorrer ao cargo de Inspetor de Polícia são os mesmos do Escrivão, ter nível superior em qualquer área e Carteira Nacional de Habilitação na categoria "B", com salário de R$ 4.587,13.
Os Inspetores realizam diligências, operações, vigilâncias e atos investigatórios; prisões, buscas e apreensões; mandados e colaboração na execução de atividades procedimentais e administrativas.

Reajustes aprovados - Os salários de Escrivão e Inspetor de Polícia terão reajustes nos próximos anos, já aprovados pela Lei nº 14.073, de 31 de julho de 2012. Conforme a legislação, os vencimentos básicos passarão para R$ 5.177,07 em maio de 2018 e serão de R$ 5.500,00 em 1º de novembro de 2018.

Fonte: Ache Concursos

CARREIRAS Concurso PRF: 2.778 vagas para policial são programadas! Inicial de R$ 10 mil!

CARREIRAS Concurso PRF: 2.778 vagas para policial são programadas! 
Inicial de R$ 10 mil!
Polícia Rodoviária Federal (Concurso PRF) realizará um novo concurso público em breve. De acordo com informações da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF), o pedido feito no fim do mês de julho é para oferta inicial de 2.778 vagas para a carreira de policial rodoviário federal. O pedido é analisado no Ministério do Planejamento (MPDG).
 A pretensão da PRF é que ocorra, ainda em 2018, a formação de quatro novas turmas com 800 novos policiais. Na solicitação, o DPRF argumenta que vários servidores se aposentaram nos últimos quatro anos, deixando uma lacuna de quase 3 mil vagas em aberto, o que prejudica a segurança das rodovias.
No mesmo memorando encaminhado ao Planejamento, o Departamento sugeriu que seja autorizada um concurso público sempre que o número de vagas exceder a 5% dos respectivos cargos, ou, com menor número, de acordo com a necessidade e critério do Ministério da Justiça. Tal efeito tornaria o processo ainda mais célere e menos burocrático.
A FenaPRF já apresentou estudos que colocam como ideal o efetivo de 15605 PRFs nas ruas. Atualmente, o efetivo é de 10320 policiais, bem abaixo do efetivo legal, de 13098.

Sobre a PRF

A PRF é um órgão do Ministério da Justiça e faz parte do Poder Executivo Federal. Apesar de ser uma polícia ostensiva, uniformizada, não é militarizada, ou seja, não submete-se à hierarquia militar.
Sua principal atribuição é realizar a fiscalização e o policiamento ostensivo das rodovias federais, mais conhecidas como BRs.

O concurso PRF já foi encaminhado ao Ministério do Planejamento e, mesmo com a troca de comando no ministério ao qual a Polícia Rodoviária Federal é vinculada, seu prosseguindo está garantido. O aviso 630/2017 foi protocolado ao Planejamento e a autorização do concurso depende da análise da pasta e das negociações políticas por parte da administração da Polícia em questão, que reconhece a necessidade de novos servidores.
Renato Dias, novo diretor da Polícia Rodoviária Federal, tem como uma de suas prioridades a realização do concurso PRF. Ele tenta convencer o Ministério da Justiça e do Planejamento a realizar o concurso, segundo um de seus assessores, pois a crise não pode ser impedimento para a estruturação de áreas essenciais como a Segurança Pública.
O certame deverá acontecer o mais breve possível com os esforços dele e de Jesus Caamaño, coordenador geral de recursos humanos da corporação. “A direção da PRF está empenhada em fazer acontecer o concurso e a gestão necessária junto ao Ministério do Planejamento”, garantiu Caamaño, que prepara o edital desde o ano passado, enquanto espera sinal verde para dar seguimento à seleção.
A solicitação de 1300 vagas pretende não sobrecarregar a Academia Nacional da Polícia Rodoviária Federal, que é capaz de formar 600 servidores por semestre, no entanto, a Academia já foi acionada para um possível aumento de contingente.
O parecer obtido foi o de que seria viável a inclusão de 50 alunos a mais por semestre, permitindo assim o incremento da solicitação do concurso. Ainda assim, a quantidade de vagas pedida permaneceu abaixo da que vinha sendo pleiteada nos últimos anos, que era de 1.500 oportunidades na função.
Fonte: Gran Cursos Online

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Galeria B da Penitenciária de Canoas 2 recebe os primeiros presos

Ótima notícia para quem está esperando para ser chamado no concurso da Susepe
A Superintendência dos Serviços Penitenciários (SUSEPE) começou, nesta sexta-feira (29), a transferência de seis presos para a galeria B da Penitenciária Estadual de Canoas 2 (Pecan 2). O secretário da Segurança Pública (SPP), Cezar Schirmer, determinou a abertura da galeria B, com 144 vagas, o que vai representar um fluxo maior no encaminhamento de presos que estão em delegacias ou sob custódia da Brigada Militar (BM) para o sistema prisional.
Os apenados são oriundos da Cadeia Pública de Porto Alegre e têm a primeira entrada no sistema prisional. Eles não podem ter ligação com facções ou grupos criminosos e devem ser exclusivamente da jurisdição da Vara das Execuções Criminais da capital.
Presos de Arroio dos Ratos e Charqueadas também devem ser transferidos para a Pecan 2. Conforme o diretor do Departamento de Segurança e Execução Penal (Dsep), Ângelo Carneiro, a ocupação será gradativa. "A expectativa é de que, no decorrer da próxima semana, sejam encaminhados mais 20 presos, depois mais 35, até chegar ao limite de 144 vagas. A ocupação total está prevista para ocorrer em até três semanas", esclareceu.
Estrutura
 A galeria B tem 18 celas, com capacidade para oito detentos por compartimento prisional. Tem espaço para educação e trabalho, tal como acontece na Penitenciária Estadual de Canoas 1 (Pecan 1). A estrutura da unidade conta com quatro parlatórios, solários, sala de aula, sala de estudos, sala de revista, recepção e espera de visitas, três celas para visitas íntimas, alojamento e refeitório, reservatório, administração, gerador, estacionamento, cozinha e lavanderia.
Complexo Prisional de Canoas
 O Complexo Prisional de Canoas vai oferecer 2.808 vagas em regime fechado. A Pecan 1, inaugurada em março de 2016, está com suas 393 vagas totalmente ocupadas. As Penitenciárias de Canoas 2, 3 e 4 terão 805 vagas cada. O Complexo Penitenciário de Canoas está localizado no bairro Guajuviras, em Canoas.

Neiva Motta
Imprensa Susepe