domingo, 24 de março de 2013

Questões de Português FCC - Banco do Brasil


Questões de Português - Banco do Brasil 2011- FCC

Atenção: As questões de números 1 a 7 referem-se ao texto seguinte. 

     Os anos 60 registraram um dramático fluxo migratório do campo para as cidades. Quando a década terminou, um recenseamento revelou a situação inédita: pela primeira vez, no Brasil, havia mais gente vivendo em áreas urbanas do que em zonas rurais. Semana após semana, milhares de pessoas trocavam as cidades do interior pelas capitais e, principalmente, os estados pobres pelos mais ricos. Buscavam empregos nas áreas onde a industrialização começava a despontar. Rota movimentadíssima era a que levava famílias inteiras do Nordeste para as cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo. Viajavam como podiam, a maioria na caçamba de caminhões carregados de tralhas, conhecidos como "paus-de-arara". Em 1968, só a capital paulista recebia dez mil novos moradores a cada mês. O fluxo Nordeste-Sudeste caiu quase pela metade nos anos 80 e, atualmente, é insignificante. A tendência desenhada nos anos 60, entretanto, definiu o Brasil do século XXI. 
     O censo realizado pelo governo mostrou que, em 2000, 81% da população já vivia em áreas urbanas. Esse número estará na casa dos 90% até 2020. A novidade é que, agora, não são os estados mais desenvolvidos que atuam como polos de atração. Nos últimos anos, o saldo migratório de São Paulo e do Rio de Janeiro tem sido negativo. Há mais gente saindo do que entrando. O inchaço populacional e a fuga de algumas empresas − atraídas por generosos benefícios fiscais oferecidos por outros estados − ajudaram a empurrar para fora das duas maiores cidades brasileiras milhares de pessoas. 
     As novas rotas migratórias apontam para o Pará, ao Norte, Santa Catarina, ao Sul, e para os três estados do CentroOeste − Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás. Em todos esses casos, é a pujança do agronegócio que tem criado empregos e atraído milhares de pessoas. 
     O país hoje está preparado para crescer de maneira horizontal e equilibrada. Pela primeira vez as riquezas e as oportunidades brotam por todo o território nacional. 
(Adaptado de: Veja 40 anos, setembro de 2008, p. 117) 

1. (Escriturário - Banco do Brasil 2011 - FCC) A razão apontada no texto para o surgimento de novas 
rotas migratórias (3º parágrafo) está 
(A) nas melhores oportunidades de vida nos estados mais ricos. 
(B) na criação de empregos com base na expansão do agronegócio. 
(C) na dificuldade de locomoção nas maiores cidades brasileiras. 
(D) na mudança da população das áreas rurais para as zonas urbanas. 
(E) na atração oferecida pelo desenvolvimento da produção industrial. 

2. (Escriturário - Banco do Brasil 2011 - FCC) A tendência desenhada nos anos 60, entretanto, definiu o Brasil do século XXI. (final do 1º parágrafo) 
A afirmativa acima retoma a informação de que 
(A) os estados mais desenvolvidos economicamente continuam atraindo migrantes de áreas mais carentes. 
(B) a região Sul continua contribuindo, com suas indústrias, para o desenvolvimento econômico de todo o país. 
(C) a diminuição do ritmo migratório para a região Sudeste reduziu a população das principais cidades desses estados. 
(D) a oposição entre urbano e rural permanece, ainda que reduzida, especialmente quanto à maior oferta de empregos na cidade. 
(E) a proporção de pessoas que vivem nas áreas urbanas tem aumentado em relação às que permanecem na zona rural. 


3. (Escriturário - Banco do Brasil 2011 - FCC) − atraídas por generosos benefícios fiscais oferecidos por outros estados − (2º parágrafo) 
O segmento isolado pelos travessões 
(A) apresenta a especificação das empresas que se transferiram de um estado para outro. 
(B) enfatiza o mesmo sentido do fluxo migratório inicial realizado pela população. 
(C) acrescenta dados importantes para contestar os resultados obtidos no censo. 
(D) aponta uma das causas que explicam a fuga de empresas de alguns estados para outros. 
(E) traz comentário que compromete a clareza do texto com informações desnecessárias. 

4. (Escriturário - Banco do Brasil 2011 - FCC) O segmento grifado que está sendo substituído de modo INCORRETO por um pronome, com as necessárias adaptações, é: 
(A) um recenseamento revelou a situação inédita = revelou-a 
(B) milhares de pessoas trocavam as cidades do interior = trocavam-nas 
(C) A tendência (...) definiu o Brasil do século XXI = lhe definiu 
(D) era a que levava famílias inteiras do Nordeste = as levava 
(E) que tem criado empregos = que os tem criado 

5. (Escriturário - Banco do Brasil 2011 - FCC) Os anos 60 registraram um dramático fluxo migratório ... (início do texto)
A mesma relação de regência entre verbo e complemento, grifados acima, está na frase:
(A) Em 1968, só a capital paulista recebia dez mil novos moradores a cada mês.
(B) O fluxo Nordeste-Sudeste (...), atualmente, é insignificante.
(C) Esse número estará na casa dos 90% até 2020.
(D) As novas rotas migratórias apontam para o Pará, ao Norte, Santa Catarina, ao Sul, e para os três estados do Centro-Oeste ...
(E) Pela primeira vez as riquezas e as oportunidades brotam por todo o território nacional.

6. (Escriturário - Banco do Brasil 2011 - FCC) A concordância verbal e nominal está inteiramente correta na frase: 
(A) A busca por melhores condições de vida nas grandes cidades levam muitas pessoas para uma situação de total desamparo, decorrentes da falta de empregos. 
(B) A oferta de serviços para a população das grandes cidades são imprescindíveis para o desenvolvimento de uma sociedade harmônica e equilibrada. 
(C) As autoridades públicas, diante do crescimento espantoso da população, nem sempre consegue oferecer condições de vida digna aos moradores da cidade. 
(D) A zona rural, antes habitada pela maioria dos brasileiros, ainda hoje permanecem como importantes produtores de alimentos para os que vivem nas cidades. 
(E) Os habitantes das grandes cidades sempre esperam que o poder público lhes ofereça bom atendimento em saúde, ensino eficiente e moradia digna. 

7. (Escriturário - Banco do Brasil 2011 - FCC) Com o inchaço populacional decorrente do fluxo migratório em direção ...... cidades, surgiram problemas na oferta de serviços ...... população, que muitas vezes não consegue acesso ...... recursos essenciais. 
As lacunas da frase acima são corretamente preenchidas, respectivamente, por: 
(A) às - à - à 
(B) às - à - a 
(C) as - a - à 
(D) as - à - a 
(E) às - a - à 

Gabarito:
1) B
2) E
3) D
4) C
5) A
6) E
7) B

Veja Também:

..


Nenhum comentário:

Postar um comentário