sábado, 5 de março de 2011

Simulado Direito do Trabalho - TRT 4

Questões Direito do Trabalho FCC

1) (TRT 3ª Região – Analista Judiciário – Área Judiciária – novembro/2009 - FCC).
Nas férias coletivas, o trabalhador que ainda não tiver cumprido o período aquisitivo integral
(A) poderá negar-se ao gozo das férias.
(B) não gozará das férias, mantendo-se no trabalho ou à disposição do empregador.
(C) não receberá o valor das férias, embora descanse o período todo.
(D) receberá o valor das férias, mas haverá de compensá-lo, quando vier a complementar o período aquisitivo.
(E) gozará das férias coletivas, iniciando-se um novo período aquisitivo imediatamente após o término dos dias de descanso.

2) (TRT 3ª Região – Analista Judiciário – Área Judiciária – novembro/2009 - FCC).
Para atender à determinação legal, os grevistas deverão dar notícia do movimento com antecedência mínima
de
(A) 24 horas para atividades essenciais e 48 para comuns.
(B) 48 horas, em quaisquer atividades.
(C) 72 horas, em quaisquer atividades.
(D) 48 horas para atividades comuns e 72 para essenciais.
(E) 48 horas para atividades essenciais e 72 para comuns.

3) (TRT/PR – Analista Judiciário – Área Judiciária – junho/2010 – FCC).
Joana está gozando regularmente de suas férias. João não está trabalhando neste domingo tendo em vista que laborou regularmente nos demais dias da semana. Vitório está ausente de seus serviços em razão do nascimento de seu filho. Moisés foi eleito para o cargo de diretor não permanecendo a subordinação jurídica inerente à relação de emprego e Jair está afastado de seu emprego para exercer cargo público não obrigatório. Nestes casos, consideram- se suspensos APENAS os contratos de trabalho de
a) Joana, Moisés e Jair.
b) Joana, João e Vitório.
c) Joana e Moisés.
d) Moisés e Jair.
e) Vitório e Jair.

4) (TRT 8ª Região – Técnico Administrativo - Área Administrativa – outubro/2010 – FCC).
Em determinada cidade funciona a Associação Recreativa Águas Marinhas; o Asilo Sol Nascente; a creche Maria da Penha e a casa de repouso Vida e Saúde. Considerando que todas as instituições não possuem fins lucrativos, de acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho, equiparam-se ao empregador para os efeitos exclusivos da relação de emprego a
a) Associação Recreativa Águas Marinhas; o Asilo Sol Nascente; a creche Maria da Penha e a casa de repouso Vida e Saúde.
b) Associação Recreativa Águas Marinhas e a casa de repouso Vida e Saúde, apenas.
c) Associação Recreativa Águas Marinhas, apenas.
d) Asilo Sol Nascente; a creche Maria da Penha e a casa de repouso Vida e Saúde, apenas.
e) Associação Recreativa Águas Marinhas e a creche Maria da Penha, apenas.

5) (TRT 8ª Região – Técnico Administrativo - Área Administrativa – outubro/2010 – FCC).
Por força de contrato de trabalho, Mário recebe vale refeição, Mirela recebe vale transporte e Lindalva recebe assistência médica mediante seguro-saúde. Nestes casos, possui caráter salarial o benefício recebido por
a) Mário, Mirela e Lindalva.
b) Mário e Mirela, apenas.
c) Lindalva, apenas.
d) Mirela, apenas.
e) Mário, apenas.

Adquira o e-book

6) (TRT 8ª Região – Técnico Administrativo - Área Administrativa – outubro/2010 – FCC).
Lúcia, empregada da empresa X, recebeu hoje a notícia de que seu irmão faleceu. Mara, também empregada da empresa X, irá se casar com o seu colega de trabalho, Mário, na próxima terça-feira. Nestes casos, Lúcia e Mara, respectivamente, poderão deixar de comparecer ao serviço sem prejuízo do salário, até
a) três e cinco dias consecutivos.
b) dois e três dias consecutivos.
c) dois dias consecutivos.
d) três dias consecutivos.
e) cinco dias consecutivos.

7) (TRT/PE – Técnico Administrativo – Área Administrativa – setembro/2006 – FCC).
A moradia que a empresa, por força do contrato ou do costume, fornece habitualmente ao empregado, constitui salário
a) complessivo.
b) in natura.
c) mínimo.
d) especial.
e) adicional.

8) (TRT 7ª Região – Técnico Administrativo – Área Administrativa – outubro/2009 – FCC).
Fica vedada a dispensa arbitrária ou sem justa causa da empregada gestante desde
a) a confirmação da gravidez até cinco meses após o parto.
b) o conhecimento da gravidez pelo empregador até cinco meses após a data do parto.
c) a confirmação da gravidez até sessenta dias após o parto.
d) a confirmação da gravidez até cento e vinte dias após o parto.
e) o conhecimento da gravidez pelo empregador até sessenta dias após o parto.

9) (TRT 9ª Região – Técnico Administrativo – Área Administrativa – junho/2010 – FCC).
Com relação às férias, é certo que
a) somente em casos excepcionais serão concedidas em dois períodos, um dos quais não poderá ser inferior
a 10 dias corridos.
b) após cada período de 12 meses de vigência do contrato de trabalho o empregado terá direito a férias de 18 dias corridos, quando houver tido de 6 a 14 faltas injustificadas.
c) após cada período de 12 meses de vigência do contrato de trabalho o empregado terá direito a férias de 25 dias corridos, quando houver tido de 15 a 20 faltas injustificadas.
d) a concessão das férias será participada, por escrito, ao empregado, com antecedência de, no mínimo, 45 dias. Desta participação o interessado dará recibo.
e) o adicional por trabalho extraordinário não será computado no salário que servirá de base ao cálculo da remuneração das férias, em razão da natureza indenizatória deste adicional.

10) (TRT 9ª Região – Técnico Administrativo – Área Administrativa – junho/2010 – FCC).
Na reclamação trabalhista G, a empresa F saiu intimada da sentença de primeiro grau proferida em audiência realizada no dia 31 de Março. Considerando que o dia 31 caiu em uma quinta-feira, bem como que sexta-feira e os dias da semana seguinte foram dias úteis, o prazo para interposição de Recurso Ordinário termina no dia
a) 10 de Abril.
b) 7 de Abril.
c) 8 de Abril.
d) 9 de Abril.
e) 12 de Abril.

Gabarito às 19:00 horas

Veja Também:

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário