domingo, 18 de dezembro de 2016

Concurso da Susepe abrirá 720 vagas na Segurança Pública.

Nesta quinta-feira (15), a contratação de empresa especializada para realizar o concurso público da Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe). Serão 620 vagas e cadastro de reserva para o cargo de agente penitenciário e 100 vagas para agente penitenciário administrativo. Do total, são 549 vagas para o sexo masculino e 71 para o sexo feminino nas vagas de agente penitenciário. As administrativas são para ambos os sexos.

A medida integra a segunda fase do Plano Estadual de Segurança Pública, anunciado em junho pelo governo do Estado com o objetivo de reestruturar o sistema penitenciário gaúcho e reforçar o combate à criminalidade. Entre as iniciativas apresentadas, estão o chamamento dos aprovados no último concurso da Brigada Militar e da Polícia Civil e a realização de concursos para a Susepe e o Instituto Geral de Perícias (IGP). 

O valor referente à execução dos serviços contratados é de R$ 1.271.000,00, de acordo com a proposta vencedora da Fundação La Salle. Para ambos os cargos, o concurso será desenvolvido em três fases, com prova objetiva, teste de aptidão física e avaliação psicológica. A contratação será efetivada após publicação no Diário Oficial do Estado. O prazo de duração é de até 12 meses.
Para o secretário Cezar Schirmer, a contratação de novos servidores reforça o sistema penitenciário. "Mesmo diante de dificuldades financeiras, o governo faz um grande esforço para contratar mais servidores na Segurança, de modo a atenuar carências históricas. Espero que eles ingressem o quanto antes no serviço para começarmos uma mudança substancial no sistema penitenciário", ressaltou.
O coordenador geral da fundação, Lucinei Hanauer, salientou a importância da reunião com a Susepe para definir os critérios de seleção do edital. "Realizar um processo seletivo em âmbito estadual, especialmente na área da segurança, nos compromete a entregarmos profissionais comprometidos e com as melhores características para executar o trabalho. As próximas etapas seguirão o cronograma que será publicado junto com o edital", explicou.
Caberá à empresa efetuar as inscrições, elaborar o edital de abertura do concurso, provas de conhecimento, provas de capacidade física e avaliação psicológica, bem como responder todos os respectivos recursos de cada fase. A empresa e a Comissão do Concurso vão discutir as regras do processo até a próxima semana. Após esse encontro, será apresentada a minuta do edital e o cronograma de realização, conforme as normas de regulação vigentes.
Texto: Laura Xavier/SSP
Edição: Gonçalo Valduga/Secom
Fonte: Superintendência dos Serviços Penitenciários

Nenhum comentário:

Postar um comentário