segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Comissão Paritária realiza nova discussão sobre quadro de carreira

A Comissão Paritária sobre o Plano de Carreira do Banrisul realizou nova reunião nesta quinta-feira, 04 de agosto. Na ocasião, foi lida a ata do encontro anterior, que ocorreu no dia 15 de julho e retomada a discussão sobre as premissas para novo plano.


Foto: Katysuki Rossini Machado

Os representantes do banco discordaram de mais uma premissa apresentada pelo movimento sindical, que propõe como política de reajuste que o maior índice negociado (piso) deve incidir em toda a tabela salarial, sem diminuição do número de padrões. Para o movimento sindical esta premissa é fundamental, uma vez que os dirigentes querem evitar problemas futuros quanto ao corte de letras, o que ocorreu na última campanha salarial, afetando o desenvolvimento na carreira.

O Banco manifestou interesse em discutir um mecanismo de equalização do índice na tabela. Não houve consenso sobre esta discussão na Comissão Paritária, por isso, o movimento sindical solicitou que os representantes do banco apresentassem uma proposta por escrito na próxima reunião. Os dirigentes também observaram que todas as premissas foram discutidas no 1º Seminário Estadual sobre Plano de Carreira. Já no dia 20 de agosto, data em que será realizado o Encontro Nacional dos Banrisulenses, no Hotel Embaixador, em Porto Alegre, serão apresentados os resultados das reuniões da Comissão Paritária.

O debate sobre a premissa Piso do Dieese (salário mínimo necessário) para o nível inicial dos empregos de nível médio ainda deve continuar na próxima reunião." Os representantes do Banrisul não concordam com o piso salarial do Dieese, no entanto concordam que o piso deverá ser superior ao da Fenaban. O movimento sindical continua defendendo a valorização do piso do Dieese, pois o piso do Banrisul está muito defasado", destacam os diretores.

A próxima reunião da Comissão foi marcada para o dia 16 de agosto, terça-feira, às 14h30min, na sede do Banrisul.

Fonte: Imprensa Fetrafi-RS e SindBancários

Nenhum comentário:

Postar um comentário